Para ser grande, sê inteiro


Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive.

Ricardo Reis, 14-2-1933

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Valioso Tempo dos Maduros

Por que uma política de gênero feminista?

Síntese das Antíteses